Cristal visceral

Cristal

Estão percebendo a música?
Chega de afetos tristes.
Estão percebendo a luz?
Chega dessa impotência emocional.
Eu era um homem-bomba, a cabeça a ponto de detonar, quando o cristal visceral me dominou.
Eu era a fúria magnética que explodiria a qualquer momento, fraturando edifícios & inocentes, quando o cristal visceral penetrou meu coração e passou a bombear cores primárias & linhas convergentes.
Existem sete bilhões de pessoas no planeta, mas pouquíssimos produtores de alegria.
Garimpar tristeza, minerar o carvão do desânimo é a principal atividade comercial no Ocidente e no Oriente.
A tristeza e o desânimo fermentam o medo e a raiva, que refinam o combustível mais afiado da maquinaria da escravidão social.
Se examinassem seu próprio esqueleto, as pessoas veriam que nas costelas e nas vértebras há centenas de diamantes adormecidos.
Se prestassem bastante atenção, se apurassem os ouvidos, aprenderiam que essa riqueza toda está aguardando apenas a música certa pra começar a dançar.
A dança é o estado natural − jubiloso − do cristal visceral que hoje me habita.
Estão percebendo?
Esse cristal bombeia cores & linhas, que percutem a pele de dentro pra fora, que despertam os diamantes, que preenchem de radiação emocional meu ambiente animal.
Estão percebendo o movimento?
Estão percebendo a música? O brilho?
Meu corpo é a própria dança e a dança é meu próprio corpo, que também é a música e o brilho viscerais que o cristal exala.
Vocês ainda não sentiram, mas estamos todos ligados quimicamente, compartilhamos todos a mesma nuvem de diamantes.
De onde veio a beleza geométrica de meu cristal visceral, vocês devem estar se perguntando.
Quem sabe de outro planeta, de outra estrela…
Talvez de outro universo.
Tenho certeza de que essa beleza veio do mesmo útero que gerou a vida mais primitiva, mínima, a vida viajante, que evoluiu, cresceu e se espalhou em ondas sucessivas, povoando esta Terra & infinitas outras Terras.
Essa beleza material & pulsante é o momento-lugar de cristalização do espaço-tempo que me define.
Estão percebendo o caleidoscópio?
O arco-íris prismático?
Existem sete bilhões de pessoas-bombas no planeta − vocês, meus irmãos −, todas a ponto de explodir.
O mundo logo será uma paisagem fumegante de edifícios & inocentes fraturados.
A menos que transformemos a impotência emocional, os afetos tristes.
Meu cristal visceral é parte do cristal maior, que em breve acordará os diamantes que dormem também em vocês.
Preparem-se para a dança, para a música.
Preparem-se para a alquimia do brilho.

Anúncios