Celebração

Cinquenta anos

Ano passado, numa tarde de setembro ou outubro, não me lembro bem, tomando uma café com Fábio Fernandes, notamos a coincidência: ambos completaríamos cinquenta voltas em torno do sol num dia 16 de 2016. Ele no dia 16 de maio, eu no dia 16 de agosto.

Então, combinamos de celebrar esse século de existência lançando este ano uma noveleta escrita a quatro mãos. Mas cadê tempo e energia? Os meses foram passando, o país foi afundando na lama reacionária e a luta pela sobrevivência foi ficando mais cansativa. Não escrevemos a tal noveleta.

Mas escreveremos e publicaremos um conto. Já estamos trabalhando nesse projeto. O objetivo é lançar no dia 16 de outubro, num local bem bacana. (Estou pensando no Patuscada, mas ainda não combinei com o Fábio e o Eduardo.)

Antes, no dia 16 de agosto, pretendo relançar um de meus livros mais queridos: o romance Subsolo infinito. Afinal, meio século só acontece uma vez a cada ciclo do universo (de acordo com o mito do eterno retorno).

A nova edição revista e turbinada do romance satânico sairá pela atrevida, incansável, invencível Patuá, com uma generosa apresentação do Fábio. O lançamento será no Patuscada (esse já está combinado).

Anúncios